Quarta-feira, 14 de Março de 2012
Das Bem-aventuranças ao Primado

           Perto de Cafarnaum e sobranceiro a toda a área de Tabgha ou Heptapegon, "Lugar das Sete Fontes", o Monte das Bem-aventuranças é uma modesta, mas muito aprezivel colina, com vista para o mar e dotada com uma moderna igreja octogonal a recordar o Sermão da Montanha. Aqui segundo tradição cristã foi onde se deu aquela ocorrência que o Evangelho nos relata: " Ao ver a multidão, subiu a um monte, e, depois, de Se ter sentado, aproximaram-se d'Ele os discípulos. Tomando então a palavra, começou a ensiná-los, dizendo: " Bem-aventurados os....."(Mt. 5: 1-12). Também se crê que tenha sido aqui que ensinou o Pai Nosso a essa multidão. Ver Mateus (6: 9-13). Mas voltamos à colina que de facto é um lugar sedutor onde num oratório da cripta do santuário o Sr. Padre Melquiades celebrou a nossa eucaristia do dia. Obra projectada pelo arquitecto italiano António Barluzzi, esta famosa basílica foi construída entre 1936-1938, com apoio do governo italiano, e está ao cuidado dos franciscanos.

           Interior do santuário. A entrada está ornamentada como alguns objectos de culto entre os quais se destacam os paramentos ofertados por Paulo VI (1964) e João Paulo II (2000), por ocasião de visita feita ao local

 

          Oratório - na cripta da basílica, após a celebração da missa.

          Exterior e jardim do santuário

           Jardim com esta placa junto a um muro da cerca  donde se recolhe esta panorâmica do lago e toda a paisagem envolvente.

       Neste pelado que parece, mas não é nenhum carreiro ou caminho, me disse o guia ter sido onde Jesus proferiu as Bem-aventuranças. A meditar nisso, desci da colina para mais próximo do lago visitar outros lugares santos que acolheram Jesus, como o da Multiplicação dos Pães e do Primado de Pedro.

           Momentos depois o autocarro largava-nos junto a esta porta de acesso ao santuário que assiná-la o local onde se deu o milagre da Multiplicação dos Pães e dos Peixes. "Ao desembarcar, Jesus viu uma grande multidão e compadeceu-Se deles, porque eram como ovelhas sem pastor. Começou então a ensiná-los demoradamente. A hora ia já muito adiantada quando os discípulos se aproximaram e Lhe disseram: " O sitio é deserto e a hora já adiantada. Manda-os embora para irem às herdades e aldeias comprar de comer". Respondeu-lhes : " Dai-lhes vós mesmos de comer" (Mc. 6: 34-44).

 

            Após a entrada, um amplo pátio-claustro com alusões ao milagre,  um lago com peixes e uma oliveira antecedem a entrada no santuário.

           No pátio, a oliveira

 

          Na igreja, o local onde segundo a tradição Jesus, reunido com os apóstolos, falou à multidão e ordenou aos apóstolos: "Dai-lhes vós mesmos de comer". Esta igreja recorda a alimentação dos mais de cinco mil e inclui uma porção da rocha onde a refeição milagrosa foi colocada. Ali são ainda visíveis na igreja, de estilo bizantino, mosaicos do séc. v.

           A tarde ia crescendo e neste momento eram exactamente 15h00, em Portugal; mas em Israel eram 17h00. E meia hora depois começa a escurecer.

           Isto para dizer que passados seis minutos estávamos junto a este desvio para visitar a Igreja do Primado de Pedro, mas em vão; fecha precisamente às 17h00 locais. De modo que fiquei sem poder visitar a igreja que dentro tem uma rocha visível chamada "Mensa Christi" (Mesa de Cristo) , na qual Jesus se teria sentado com os apóstolos a quando da instituição do primado de Pedro. As maravilhas são muitas e os dias curtos...Mas a jornada deste dia foi grande e também de adeus ao Mar da Galileia; amanhã é outro dia.

 

           Portão de entrada na cerca da "Igreja do Primado".



publicado por aquimetem às 15:52
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Vão a Ávila com a Bajouca...

Não poder aproveitar

À Verde Pino

Visita à Terra Santa

De visita a Jerusalém

Muro das Lamentações

Basílica do Santo Sepulcr...

Via Dolorosa

Dentro das muralhas

De Ein Karem ao Menorah

arquivos

Maio 2015

Agosto 2013

Junho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

tags

todas as tags

favoritos

paula-travelho

Boletim ou Folha - 1

Bodas de Prata duma Prela...

O valor a quem o tem !

Razões para uma escolha

Os manos

BTT- Fisgas de Ermelo - S...

Coisas que não esquecem

Errar é próprio do homem

Laranjeiras

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds