Quinta-feira, 12 de Abril de 2012
Dentro das muralhas

          O ultimo dia de peregrinação foi inteiramente gasto a percorrer os cantos da Cidade Velha, para onde convergem todas as atenções de quem tem a dita de alguma vez poder visitar este lugar da Terra Santa. Indiferente ao modo de como cada um põe em pratica a sua fé, Jerusalém deixa que sejam os crentes, ou não, a demarcarem-se entre si, para em paz e harmonia formar o seu clã social e cultural, e o qual uma civilização milenária exige seja preservado, como está acontecer. A confirmá-lo lá estão lado a lado dentro das mesmas muralhas da cidade antiga os mais representativos grupos etnológicos da região, muçulmanos, cristãos, arménios e judeus. 

  

           Ao contrário de certos países, como Portugal, em Israel o património religioso, histórico e cultural é respeitosamente conservado e cuidado como uma mais valia, também económica. Equipas de pessoal especializado estão em constante actividade quer na pesquisa, quer na reconstrução do património histórico que é fonte onde as gerações futuras podem mergulhar no passado. São oito as portas de entrada na muralha que rodeia a Cidade Velha: a Porta Dourada, fechada desde o sec. XVI; a Porta de Sion, a Porta de Yaffa, a Porta dos Magrebies, a Porta de Sto. Estêvão, a Porta de Herodes, a Porta de Damasco e a Porta Nova. Os bairros no interior das impressionantes muralhas são quatro: o Bairro Cristão, destaca-se pelo numero de igrejas e mosteiros que tem. O Bairro Judeu integra além da Sinagoga de Bem Zakkay, também a Rua do Cardo, onde se pode ver ruínas do Primeiro e do Segundo Templo; o Seminário Arqueológico, a Casa Queimada, e muito mais. O Bairro Muçulmano, contém centenas de lojas, bazares e tendas onde se compra de tudo. Merece destaque a Porta de Damasco, do sec.XVI e a mais linda de todas; as Canteiras de Salomão, uma série de labirintos subterrâneos de onde se extraiu a pedra necessária para a construção do Templo e a Via Dolorosa. O Bairro Arménio, é o mais belo de todos, graças á sua arquitectura. Nele se situa a Porta de Yaffa, do sec. XVI, no seu interior além de muitas tendas destacam-se o Museu Arménio, a igreja de Santiago Maior, sede do Patriarca, a Porta de Sion e a igreja de São Salvador.

           Pela Porta de Santo Estêvão transpusemos as muralhas em demanda da igreja de Santa Ana, uma das mais visitadas igrejas da cidade. De estilo românico guarda o lugar que dizem ser onde nasceu Nossa Senhora. Dentro da cerca que rodeia o templo fica a famosa Piscina Probática, onde Jesus curou o paralítico. 

 

          Entrada de um grupo de peregrinos  na igreja de Santa Ana

           No interior da igreja, uma imagem de Santa Ana, com Nossa Senhora a seu lado

           Interior da igreja de Santa Ana

           Frontaria da Igreja de Santa Ana. À porta nota-se um sacerdote de branco. A igreja de Santa Ana está confiada aos "Padres Brancos", assim chamados por ser essa a cor das suas vestes.

          Piscinas Probáticas

          Junto da "piscinas" um grupo de peregrinos português, onde se vê integrado D. Joaquim Mendes, bispo auxiliar de Lisboa

           Outra perspectiva das piscinas, das "ruínas das piscinas"

        Adro-jardim da igreja de Santa Ana, em Jerusalém



publicado por aquimetem às 16:20
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Vão a Ávila com a Bajouca...

Não poder aproveitar

À Verde Pino

Visita à Terra Santa

De visita a Jerusalém

Muro das Lamentações

Basílica do Santo Sepulcr...

Via Dolorosa

Dentro das muralhas

De Ein Karem ao Menorah

arquivos

Maio 2015

Agosto 2013

Junho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

tags

todas as tags

favoritos

paula-travelho

Boletim ou Folha - 1

Bodas de Prata duma Prela...

O valor a quem o tem !

Razões para uma escolha

Os manos

BTT- Fisgas de Ermelo - S...

Coisas que não esquecem

Errar é próprio do homem

Laranjeiras

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds